Casamento Arauá - Sergipe

Thereza ♥ Diego

Há um tempo uma cliente teceu-me uns agradecimentos e para a minha surpresa ela citou o grande fotografo Ernst Haas que diz: "A câmara não faz diferença nenhuma. Todas elas gravam o que você está vendo. Mas você precisa VER!". Imediatamente eu parei e pensei: Se criarmos demais, não estamos vendo e se vemos o bastante, logo não precisamos interferir demais, pois a todo instante acontecem coisas incríveis a nossa volta, mas o grande detalhe é: “Você precisa VER!”


Em outra situação estava conversando com um amigo aqui no escritório enquanto separava algumas imagens para postar. E, ao mostrar algumas fotos para ele, ouvi o seguinte pensamento: “Toda fotografia deveria ser igual a fotografia de guerra que apenas se observa.” Naquele instante, percebi que ele tinha traduzido espontaneamente algo que penso e sinto: Não se pode interferir na guerra, apenas observar, correr atrás, se esconder e contar a história com a beleza e naturalidade que ela tem.


Pra fechar os comentários, no Wedding Brasil de 2018, um dos fotógrafos que mais admiro chamado Guilherme Bastian fez a sua palestra intitulada “Menos Criatividades e Mais Percepção” o que é exatamente como sempre senti dentro de mim desde que comecei em 2012.


Com essa filosofia apresento-lhes mais um casamento verdadeiro, mais uma história à flor da pele não apenas contando a história, mas estar dentro dela, sentindo, vivendo, observando e então, bum! A fotografia tem vida!


Agradeço imensamente o enorme carinho e confiança da Thereza e do Diego. Sem vocês eu não estaria aqui!